Make your own free website on Tripod.com

Lunático 
Jamal/ Tchelo C./ XIS
Lançada no Cd Movimento de Rua 2001 da imprensa Fm 102,5


Passo a passo no contra-passo da batida
pego o microfone assim relato a minha vida
meu ponto de vista em rimas dilacero
mando a letra certa meu jogo é aberto

é bem no cérebro, que eu te acerto.
estou longe do vicio, lúcido e esperto.
sou desertor, um fugitivo lunático
gero uma freqüência de som, arregaço.

no tudo ou nada, na raiva ou na calma.
no acerto ou na falha, com vaias ou com palmas.
traficante virtual contrabando do som
www bicho solto ponto com

a sua coragem eu transformo em pó
ou no leão covarde do mágico de Oz
sou o Preto básico louco de correria
não sou coelho branco do pais das maravilhas

impiedoso, tenho dito aqui na mente
olho por olho ladrão dente por dente
graças a Deus não to na cela noite e dia
enfrentando o medo e a claustrofobia

só mando pra mente peso firme
D. Jamal aperte o verde e confirme
aqui é sangue e tipo A ,longa vida
to distante do crime do crack, e da farinha

eu também vim por fora, já to manjado
tipo Kasparov no xadrez bem concentrado
To sendo mais procurado que o Lalau, no tribunal
sou todas bombas do Ano Novo e do Natal

Refrão

Poco loco, abstrato sou desertor,
um fugitivo lunático

Na rima pra rima Jamal,
Apelidado XIS sigo firme lado a lado no compasso
pra representar legal chega pra citar um, dois,... lunático
Não sou fanático não eu to na minha
você acha fantástico pura fantasia, não sou de cria, cria
Na minha eu sigo firme ,sou rimador esse é meu crime
... ae Jamal escute o pregador fique firme !

Refrão

Preste atenção a quem te chamam de irmão
mas debocha da sua cara, ai não cola não
mas tem maluco que merece, cachimbo cai
vai ser falso assim em Assunção do Paraguai

te aplico xeque mate, jogador fudido
com moral na quebrada tipo Zeca Pagodinho
ciclone devastando o que encontra a sua frente
aqui é doido varrido, varrendo sua mente

Me julgo abstrato linha reta , traço
um Salvador Dali e não um Picasso falso
como Hamlet inverso ,indecisão
ser ou não ser um normal, eis a questão

não sou bobo da corte não pago de gatão
ainda passo dificuldade pra sua informação
se eu valesse o que peso tava fudido
a pampa ta o Rei Momo esse ai ta bonito

não quero nada seu, seu luxo, seu dinheiro
na graça de Deus, com o que tenho satisfeito
razão da existência do verbo mudar
eu mudo , tu mudas todos querem mudar

ordena ai maluco, rola o Rap no ar
na minha Tv só vejo bunda rebolar
encomendei na W/Brasil uma campanha
ilusão de pobre, nova droga propaganda

vou lá no INPI nas marcas e patentes
pra registrar o nome de mais um delinqüente
respondendo devagar, embaçado na moral
compre 3 e pague 1 meu vulgo é Jamal