Make your own free website on Tripod.com

Televisão

Brasil anos 60, eles diziam: Bola  pra  frente, não desista não, não mas mataram estudantes proibiram acesso as estantes, nas ruas tanques, ignorantes, a cabeça do povo murchou, bomba de efeito retardado, petardo, pesado só agora estourou e quem lucrou? Eu não, vou caminhando  cantando e seguindo a canção. De Domingão a Domingão segue a aculturação processo de alienação através da televisão, e aí Faustão quem sabe faz ao vivo, motivo, pra eu da um role na área junto com a rapaziada eu não vou perder o Domingo vendo vídeo cassetada, eu to com a mídia na mira, realidade me inspira sou rapper do interior nem por isso inferior, não tenho trava na fala Aliado G nunca se cala. Conheço um cara, seu sobrenome é Massa, foi eleito deputado e não lutou pelas  massas, votou a favor do Collor, traidor da nação, agora na televisão que dar uma de santinho não vou dizer seu nome ele é patrão do Xaropinho, rotulado como defensor do pobre, na verdade o  que interessa são os pontos no IBOPE, Cascalho, caralho, faz o povo de otário, não me engana eu não sou bobo sou rapper da rede povo, não queremos sua pena disso a gente não precisa, brasileiro não tem preguiça, quer oportunidade, através do trabalho alcançar a quantidade de vida que  negada pra nós periferia esquecida. Desacredita então pague pra ver, enquanto você assiste a   televisão vou caminhando, cantando e seguindo a canção. 

Vem vamos embora que esperar não é saber, quem  faz  sabe a  hora  não  espera  acontecer 

E a Hebe que Gracinha, já passou do 60tinha com espírito de mocinha, a mim você não ilude apóia  o Paulo Maluf, que faz Cingapura e fatura, faz Pita que não apita nada, permite a máfia dos fiscais o povo não agüenta mais esse papo:(rouba mas faz). Nem a pau nem fudendo eu bebo suave veneno, agora note e anote que a TV é um leão livre sempre pronto pro bote. Não to andando    nas nuvens, tenho os meus pés no chão, na minha opinião, Fantástico é ver a luta do MST sol-a-sol dia-a-dia em pro da cidadania é o lado bom que ele não mostra, agora tem outra novela com o nome de terra nostra. Mais uma bosta. Dr Roberto Marinho tem a receita, perfeita, um  analgésico fatal, áudio visualvejo uma dose diária de Jornal Nacional a impressão que se tem é  que o mundo inteiro vai mal, mas o Brasil ta normal, sob controle, remoto, nas mãos do FMI,  gente que nunca veio aqui, pra saber o que é sofrer, nem imagina o que é isso, mas é razão e  motivo  deu ver,criança abandonada querendo sobreviver,de pé no chão garimpando no lixão, que é pra não morrer de fome, quando acha um danone, olha pro céu Azul agradece a Deus disputa com o urubu o estoque vencido que veio do Carrefour. Enquanto você assiste a televisão vou caminhando, cantando e seguindo a canção 

Refrão

Dona Maria lava roupa, pilota vassoura, recupera a energias assistindo a usurpadora, já criou suas crianças, as 5:00 da manhã ela abra as portas da esperança, do barraco de aluguel sua vida não  é doce é amarga como fel, ficou doente faltou grana, pra pagar mensalidade, do carne da    mercadoria do baú da felicidade, cada vez mais doente já fez promessa pro seu santo, o prejuízo  Dela é o lucro do Silvo Santos. Isso é que eu chamo de golpe do baú, vai tomar no... Gugu tem Domingo legal, um programinha banal, só ta faltando aparecer cena de sexo anal,meninas    de  5  anos, ralando a checa, normal, da audiência aquela porra toda, o povão tá gostando então se  foda. Mas chega a Segunda feira e você cai na  real, mete a mão no bolso vê que não tem um real, procura emprego e não acha, alguns se entregam a cachaça, outros não, a maioria se  acomoda e não se incomoda com a situação, escravo da televisão, é deste jeito que eles querem o povo na maresia e segue a dominação da minoria sobre a maioria, o mundo gira e gira no mundo só a gente leva bucha, mas logo é domingão dia de planeta XUXA. Eleições vem ai, você decide e  vale a pena ver de novo outro Fernando ou Ciro Gomes fabricando pela globo. Enquanto você   assiste a televisão vou caminhando, cantando e seguindo a canção 

Refrão

Com seus rostos maquiados sorrisos forçados, programas ao vivo ou gravados, eles são os serviçais  do poder, fazem um jogo sujo e esbanjam você, qual o significado? Sacha em seu quarto de 130 m², Égua Camargo perguntar em seu programa, porque todo pobre tem o calcanhar rachado, vai a resposta. Por outro lado o que importa é o cascalho 1 milhão de reais por mês de salário. O que você recebe por ano eles faturam por hora, eles são os ricos que o meu povo adora.