Make your own free website on Tripod.com

Planet Hemp

Banda de rap e rock surgida em 1993 no Rio de Janeiro, com letras falando basicamente sobre maconha e sua legalização. Começaram a fazer shows no Rio e outras capitais, como Belo Horizonte, São Paulo e Curitiba, participando de festivais. As apresentações do grupo começaram a se destacar porque sempre acabavam em briga e confusão. Em 1994 a morte de Skunk, idealizador da banda ao lado de Marcelo D2, interrompeu a carreira do Planet Hemp por algum tempo. Mas com a entrada de B Negão retomaram o fôlego e assinaram contrato com a Sony Music, lançando, em 1995, o CD "Usuário". Esse disco projetou a banda, emplacando alguns sucessos entre o público jovem, como "Mantenha o Respeito", "Legalize Já", "Fazendo a Cabeça" e a polêmica "Porcos Fardados", uma crítica à violência policial. O álbum ganhou Disco de Ouro. O Planet Hemp já tocou com alguns dos grandes nomes do hip hop, como Beastie Boys e Cypress Hill. "Os Cães Ladram Mas a Caravana Não Pára", CD gravado no final de 1996, mixado nos Estados Unidos, trouxe outra qualidade à já consagrada banda, obtendo Disco de Platina. Por causa de seu compromisso com a causa da legalização da maconha e sua letras referentes a esse assunto, o Planet Hemp já teve vários problemas com a justiça brasileira. Discos apreendidos, shows cancelados e ordens de prisão fizeram e fazem parte da rotina da banda. Os integrantes do grupo são: Marcelo D2, Skunk, Rafael, Formiga, Bacalhau, B Negão, Zé Gonzáles e Apolo 9.


dISCOGRAFIA

 

Usuário (1995)

Os cães ladram mas a caravana não pára (1997)

A invasão do sagaz homem fumaça (2000)

MTV ao vivo - Planet Hemp (2001)